Mandato participativo: opine sobre a Reforma da Previdência

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA?

Nos próximos meses iremos votar na Câmara dos Deputados a reforma da previdência e gostaria de saber a sua opinião sobre o assunto para podermos definir o nosso voto.

ENTENDA A REFORMA

Idade mínima: 65 anos para homens e 62 para mulheres

O relatório final da comissão da Reforma da Previdência fixa idade mínima para requerer aposentadoria - 65 anos para homens e 62 anos para mulheres - e acaba com a possibilidade de aposentadoria exclusivamente por tempo de serviço no INSS. 

Novo cálculo do benefício

Novos cargos políticos também entram na regra

A PEC enquadra novos ocupantes de cargos políticos (senadores e deputados eleitos em 2018) nas mesmas regras do INSS. Hoje, eles seguem a lógica do setor público (60 anos de idade e 35 anos de contribuição).

60% da média de todas as contribuições desde 1994; mais 1 ponto percentual para cada ano que superar 15 anos de tempo de contribuição; mais 1,5 ponto percentual para cada ano que superar 25 anos de tempo de contribuição; 2 pontos percentuais para o que superar 30 anos; e mais 2,5 pontos, para o que superar 35 anos, até chegar a 100%. Com 40 anos, tem-se 100%.

 Todos os direitos reservados © 2018 Deputado Aureo

VOTAR

Para 2018, a última previsão do governo federal para o rombo do INSS é de R$ 202,17 bilhões - ou 2,79% do Produto Interno Bruto (PIB). Até 2060, o déficit previdenciário aumentará 8,5 pontos percentuais. Os brasileiros estão vivendo mais, a população tende a ter mais idosos, e os jovens, que sustentam o regime, diminuirão. Para tentar conter esse rombo (despesas maiores do que receitas) o Governo propõe a aprovação da reforma da previdência com as seguintes medidas:

Pensão por morte terá um limite de 2 salários

Trabalhadores poderão acumular aposentadoria e pensão, no limite de dois salários mínimos. O trabalhador terá a opção de optar pelo benefício de maior valor, caso a combinação de aposentadoria e pensão supere o limite. Trabalhadores que já acumulam aposentadoria e pensão atualmente têm direito adquirido, e portanto nada muda.

ENTÃO, VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA?

VOTAR